Se você procurar bem, vai ver que seu decodificador (NET, SKY, Claro ou Oi) comum tem um cartão com chip, parecido com o usado nos celulares, este chip serve para liberar os canais através de uma chave que é gerado o tempo todo.

Antigamente, quando o sistema de encriptação usado era o Nagra 2, já haviam descoberto como gerar essas chaves e através de um decodificador  alternativo (receptores FTA), que conseguia simular esse cartão e ver todos os canais da tv a cabo sem restrição.

Após a mudança pro Nagra 3 a coisa ficou mais complicada, então houve a necessidade de criar outras alternativas, já que não conseguiram criar um emulador para ele, por ser bem mais complexo.

Foi aí que surgiram as alternativas que são os sistemas CS, IKS e SKS, explicaremos sobre elas logo abaixo.

Essas alternativas são sistemas usados para poder liberar os canais pagos das tv por assinaturas via satélite ou cabo, exemplo: Oi TV / Claro TV / SKY e NET, etc.

Para utilizar estes sistemas, o seu decodificador  normal da operadora NÃO irá funcionar, você precisa adquirir um próprio para isso terá que comprar um receptor FTA (SkyBox, entre várias marcas e modelos existentes no mercado).

Então vamos as explicações…

SKS = Satellite Key Sharing:
Neste sistema, você recebe as chaves através de uma segunda antena apontada pra um satélite específico que transmite as chaves constantemente, não há necessidade de internet, alguns decodificadores necessitam de um aparelho (dongle) para poder utilizar esse método, outros suportam ele nativamente.
Este sistema normalmente é de graça e fornecido pelo fabricante do decodificador alternativo.

IKS = Internet Key Sharing:
Neste sistema, você recebe as chaves através da internet, não há necessidade de uma segunda antena, a maioria dos decodificadores já vem com esse sistema embutido.
Este sistema normalmente é de graça e fornecido pelo fabricante do decodificador alternativo.

CS = Card Sharing:
Neste sistema, você também recebe as chaves através da internet, porém este servidor normalmente é desenvolvido por usuários com bom conhecimento em TI que compartilham seus próprios cartões através de um decodificador específico pra isso.
Este sistema normalmente é pago e fornecido por diversos usuários.